Adeus 2008, venha de lá 2009

30 12 2008

happy20092

Hoje sinto-me bem, dei comigo a apreciar cada  minuto passado, flutuei sobre os pensamentos, e neste final de dia, quis ser um bailarino, dançar a vida, despedir-me com a sensualidade e a beleza daqueles pares de danças de salão que prenderam a minha atenção no ecrãn da TV.

Já repararam bem quanta beleza a deslizar na pista, como fluiem e como emana frescura e jovialidade em cada passe que fazem?

Admirável, adorava saber dar, nem que fosse um passe, como eles o fazem, mas pronto, não posso pedir mais, Papai Noel veio tarde mas troxe-me uma prenda embrulhada em Felicidade neste final de ano, agora estou por tudo e venha esse 2009.

A todos, e são mesmo todos, vocês, um muito FELIZ, JOVIAL e BRILHANTE 2009.

Audio: \”Happy new year\”





Universal

29 12 2008

universal

Tomemos o todo como o Universo, ora nesse todo vejamos o tamanho que tem a Via Láctea, imensamente pequena no todo, agora tomemos o nosso sistema Solar, pequenissimo quanto à Via Láctea e incomensorávelmente pequeno quanto ao Universo, agora tomemos a nossa casa Terra, pequena quanto ao sistema Solar e quanto ao resto (Galáxia e Universo) fiquei sem adjectivação, por fim tomemo-nos a nós, Humanos, e…

Quão pequeninos e insignificantes somos em relação a tudo o resto, agora cabe-nos perguntar a nós próprios,

Porquê acharmos que somos o centro do Universo, porquê a ganância em tão escassos momentos Universais?

Vivemos nano milésimos do segundo, quando pensamos no tempo de vida do Universo, afinal com quem nos queremos comparar, com quem queremos competir, quão mesquinhos somos, e quão egocêntricos nos revelamos, eu sinto vergonha deste sentir…





Vale Sempre a Pena…

28 12 2008

nascer-do-sol

Quantas vezes pensei em desistir, em deixar tudo para trás e fechar a cortina deste palco, já perdi a conta, assim como perdi quase tudo, mas o que perdi reparei então que era tudo substituível, o que realmente não perdi, guardo em mim, são sentimentos, paixões, recordações e imagens.

Imagens de amigos, de paixões, de momentos que só eu entendo que só eu posso guardar, com o carinho que uma vida de encontros e desencontros, de palavras e gestos, que só por si fazem aquilo que somos.

Pois hoje digo em voz alta, valeu a pena…

Hoje vejo, que o que ainda me resta para dar, vale a pena, vai valer a pena. Por muitos desencontros, paixões rejeitadas, traições e punhais cravados, vale sempre a pena viver, vale sempre a pena dar. Dar conhecimento, dar amizade, dar carinho e apoio, e se ainda alguém quiser, dar Amor.

Por isso, se te encontras num beco, tenta ver nestas palavras a janela aberta para continuar.

VALE SEMPRE A PENA…





Segredo

26 12 2008

Hoje recordei alguém que me foi muito querida, deixo a letra e a música que ma recorda.

“Longe daqui,
Tens um segredo guardado,
Para abrir,
Num lugar mais desejado,
Num lugar onde possas saber,
Que por ser segredo não podes dizer;

Serás tu a sombra que olhas no chão,
Serás a promessa que trazes na mão,
De que serve o teu disfrace e o teu secreto olhar,
Se não tens ninguém a quem te revelar,
Serás o silêncio ou um sonho desfeito,
Será teu o grito que arrancas do peito,
De que vale teres a Lua e o Céu inteiro para voar,
Se não tens ninguém a quem te puder dar;

Longe daqui,
Tens um desejo fechado,
Para abrir
Num lugar mais arejado,
Num lugar onde possas saber,
O que há já muito tempo ficou por dizer;

Serás tu a sombra que olhas no chão,
Serás a promessa que trazes na mão,
De que serve o teu disfarce e o teu secreto olhar,
Se não tens ninguém a quem te revelar,
Serás o silêncio ou um sonho desfeito,
Será teu o grito que arrancas do peito,
De que vale teres a Lua e o Céu inteiro para voar,
Se não tens ninguém a quem te puder dar;

Fixaste o teu olhar no meu,
Ficaste longe daqui,
Tu estás longe de ti,
Tão longe de nós,
Podes parar de saltar,
Noutro lugar;

Serás tu a sombra que olhas no chão,
Serás a promessa que trazes na mão,
De que serve o teu disfrace e o teu secreto olhar,
Se não tens ninguém a quem te revelar,
Serás o silêncio ou um sonho desfeito,
Será teu o grito que arrancas do peito,
De que vale teres a Lua e o Céu inteiro para voar,
Se não tens ninguém a quem te puder dar”





A Tua Magia

26 12 2008

Hoje tentei agarrar uma nuvém no céu

Hoje tentei agarrar uma onda na areiamagic

Hoje tentei agarrar uma brisa no ar

Hoje tentei agarrar o último raio de Sol

Era tudo para ti, mas tudo me fugiu

Por entre os dedos, então agarrei em mim

E assim me dou, naquilo que te quero dar.

 





Dar

23 12 2008

Quero dar

este coração,dar

não sei a quem,

talvez áquela gaivota

que na brisa desliza,

e brinca na espumadar2

daquela onda que,

de ti não me traz novas.  

Talvez às ondas que

sossurram o teu nome,

no calmo entardecer.dar3

Talvez ao sol que

o leva para lá do horizonte,

e me deixa apenas o luar,

para sonhar.

 





Voo

21 12 2008

Aqui neste cálido esperar da serena tarde,

Prescrutando no horizonte deste Atlântico mar,

Essa longínqua ilha florida,

Que do voo da ave tomou o nome.

Fosse eu ave, para aí voar, fugir desta prisão,voo

E no som Celta planar até esse jardim,

Território por ti guardado.

E nesse voar, ficar, aguardar até te voltar a ver.